Curiosidades sobre o torneio Australian Open

Jogos mais longos
Masculino: 5h53 – Novak Djokovic v. Rafael Nadal, em 2012
Feminino: 4h44 – Francesca Schiavone v. Svetlana Kuznetsova, em 2011
Em games (Era Profissional: 83 games – Andy Roddick v. Younes El Aynaoui, 4-6, 7-6, 4-6, 6-4, 21-19

Set mais longos
21/19, em que Andy Roddick derrotou Younes El Aynaoui, na terceira rodada de 2003

A regra do Calor Extremo

Com o objetivo de preservar a integridade física dos atletas, o torneio criou a regra do Calor Extremo, que permite ao árbitro geral interromper a programação. Isso se dará quando a temperatura ambiente ultrapassar os 40 graus Celsius e ao mesmo tempo a umidade relativa do ar superar a escala 32.5 da tabela internacional.

No entanto, os jogos que estiveram em quadra só podem ser interrompidos com o placar empatado de um set ou após um tiebreak. O árbitro também tem o direito de decidir se aciona o teto retrátil dos estádios principais .

Outras curiosidades

· A mudança do antigo Kooyong para o Melbourne Park foi fundamental para o crescimento do Aberto. Só no primeiro ano, em 1988, quando passou a ter as rodadas noturnas, o público total saltou 90% e atingiu 266.436.

· Nas últimas dez edições, o torneio tem superado a marca dos 600 mil pagantes. O recorde é de 2012, com 686.006 ingressos vendidos. O primeiro sábado do torneio também bateu recorde de público na história de todos os Slam, com 80.649 pagantes.

· A rodada a terminar mais tarde no campeonato foi a de 2008, quando o jogo entre Lleyton Hewitt e Marcos Baghdatis acabou às 4h34 da manhã em Melbourne.

· O torneio mudou de piso três vezes. Foi disputado sobre a grama entre 1905 e 1986. Depois foi piso duro ‘Rebound Ace’, até 2007, e agora adotou o o sintético ‘Plexicushion’.

· Recente pesquisa de empresa especializada em marketing esportivo mostra que o tênis continua a ser o esporte mais popular da Austrália.

· No ano passado, 6.107 horas foram transmitidas pela TV para 192 diferentes países. A Ásia já corresponde a 60% desse total, com 3.694 horas.

· 1.400 jornalistas de mais de 40 países são credenciados anualmente para a cobertura do evento.

· Pesquisas indicam que o Aberto gera um movimento da ordem de US$ 210 milhões na economia da região.

· Os organizadores gastam 45 mil bolas para atender todos os jogos do torneio.

· O salão de belezas oficial do evento recebe cerca de 22 mil visitas a cada edição, realizando 8.900 tratamentos faciais, 6.800 cortes de cabelo e 6.800 massagens.

· O Aberto possui um programa que anualmente seleciona pegadores de bola de outros países da região, entre eles Coreia, Índia, Filipinas e Cingapura.

· A edição de 2009 foi a mais quente já registrada, com média diária de temperatura na casa dos 34,7°C, nove acima do normal. Já a mais amena foi em 1986, quando a maior temperatura de todo o torneio foi de 22.5°C.

· O público das duas semanas em Melbourne devem consumir mais de 200 mil garrafas de água e tomar cerca de 150 mil sorvetes.

 

Fonte: tenisbrasil.uol.com