Dica para seus filhos: Quando começar a jogar tênis?

Quando começar ? Qual será a melhor idade para uma criança começar a praticar o tênis ? Há 20 anos atrás eu diria que por volta de 11/12 anos seria uma boa idade, mas hoje essa resposta é bem diferente.

O investimento dos fabricantes no chamado Baby Tennis, ou Le Petit, permite que crianças a partir de 4 anos já possam praticar com segurança o esporte. Hoje temos raquetes, bolas e redes especiais para todas as faixas de idade.

As raquetes são divididas não só por idade, mas também por altura. Uma raquete de adulto tem 27 polegadas de comprimento e as infantis seguem o quadro abaixo:

Raquetes 19 polegadas: para crianças de até 5 anos ou de 90 cms até 1 metro de altura.

Raquetes 21 polegadas: crianças de 5 até 6 anos de idade ou que tenham de 1m01 até aproximadamente 1m15 de altura.

Raquetes 23 polegadas: Indicadas para crianças entre 6 e 8 anos de idade ou de 1m16 até 1m26,de altura.

Raquetes 25 polegadas: para crianças entre 8 e 10 anos de idade ou altura entre 1m27 até 1m40, aproximadamente.

Raquetes 26 polegadas ou “Junior”: São as ultimas antes das raquetes de adulto, indicadas para crianças entre 10 e 12 anos de idade ou 1m40 até 1m50, de altura.

Hoje, temos alguns professores especializados neste pequenino público, mas vale salientar que o mais importante é a vontade da criança em praticar o esporte e que isso venha dela ou de um pequeno incentivo dos pais. Nunca colocar como uma obrigação de vida ou de querer ter mais um Guga na família.

Para iniciar uma criança entre 4 e 7 anos, é fundamental que a pratica do tênis seja feita de forma prazerosa, em uma turminha da mesma faixa etária e por professores especializados tanto em conhecimento, quanto nos materiais utilizados nas aulas, como objetos coloridos, bolas especiais (soft, nº 1, 2 ou 3) que possuem velocidade de 25% a 75% das bolas normais, dimensões menores da quadra, rede proporcional a idade da criança, jogos e brincadeiras para que eles trabalhem o aprendizado de uma forma lúdica divertida, objetivando não só iniciar no esporte mas acima de tudo permanecer jogando e se divertindo.

Crianças precisam de cuidado na hora da escolha de seus equipamentos, não só da raquete, mas dos calçados apropriados, etc., pois entre outras coisas é justamente isso que irá definir não só um bom aprendizado, mas a permanência delas no esporte.

A participação em torneios novamente deverá ser uma escolha da criança, incentivada pelos pais. Torneios de federação deverão ser deixados para os atletas a partir dos 9, 10 anos, onde os treinos já estarão mais individualizados e o atleta mais preparado física e emocionalmente. Já treinei atletas que por indução dos pais, começaram a forçar competições cedo demais o que provocou um abandono precoce da criança.

Para os pequeninos as brincadeiras na quadra com pontuações e joguinhos, já serão desafios para eles e uma forma de competição.

Diariamente escuto na loja e na quadra, pais que têm a preocupação de investir nos materiais esportivos dos filhos pela dúvida da futura desistência. Só que este é o ponto principal; um atleta nunca irá render o seu melhor nem se apaixonar por nenhum esporte sem que ele possa dispôr do material certo para a modalidade. Por isso Jogar tênis com a raquete do pai, do avô, do irmão maior, com o tênis de futebol de salão ou de skate, está fora de cogitação se você pretende ter um tenista na família.

Fontes: TenisNews